segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Deixando a vida mais limpa

Desintoxicar. Está é a última palavra no processo de saúde da atualidade. O que quer dizer isto? De maneira bem simples, desintoxicação é o processo de eliminação daquilo que é tóxico. Nosso dia-a-dia é cheio de comidas, bebidas, medicamentos, pessoas, lugares, sentimentos e atitudes que nos intoxicam, que nos contaminam. Essa contaminação aos poucos vai nos enfraquecendo. Ficamos indispostos, de mau humor, tristes, angustiados, preguiçosos e briguentos. O peso aumenta e o sono diminui. A glicose se eleva e a tolerância abaixa. As dores surgem e o bem estar desaparece. Antes que estes sintomas apareçam é preciso ligar os radares e procurar ao nosso redor as toxinas que estão nos adoecendo. Elas podem estar em todos os lugares: em casa, no trabalho, nas relações, no ambiente, no nosso modo de viver e de ver a vida. A alimentação também pode nos intoxicar sempre que cometemos excessos, sempre que consumimos frituras, álcool, carnes defumadas, alimentos industrializados, refinados ou com agrotóxicos, corantes, conservantes, adoçantes e todas estas substâncias que foram criadas para imitar cheiros, sabores e texturas que só a natureza tem. As toxinas estão tão disseminadas, inseridas e disfarçadas que às vezes não conseguimos identificá-las sozinhos, precisamos da ajuda de médicos, nutricionistas, psicólogos, familiares e amigos. Uma vez encontradas, é hora de combatê-las. Excelentes “remédios” são: alimentos frescos, leves e preparados com amor, água, música, livros, filmes, abraços e beijos, lazer, diversão, fé, compaixão, pensamentos positivos e exercícios físicos, para citar apenas alguns. Há muito mais chances de você encontrar um desintoxicante no sacolão, na horta, no parque, na ioga, na praia do que no supermercado, na lanchonete, na farmácia e no hospital. Os “remédios” sugeridos vão, devagarzinho, limpando o nosso corpo, o nosso espírito, a nossa casa, o nosso ambiente de trabalho e a nossa existência. Eles devem ser usados diariamente e de preferência mais de uma vez ao dia. A fase de manutenção exige muita atenção e cuidado, nela devemos desenvolver a capacidade de perceber e eliminar o que nos intoxica. Assim se faz uma desintoxicação (“detox”). Assim se faz uma vida saudável e feliz. (Vicência Cheib)